Coca com Fernet Capitão Faustino e Marcelo do Tchê
Coca Com Fernet - Capitão Faustino e Marcelo Do Tchê Me enredei com a castelhana Na fronteira com Argentina Depois de uma gineteada Tomando umas cangibrina Desencilhei minha moura Pois era amadrinhador E me bandeei pro outro lado Numa procura de amor “Teu beijo doce é amargo Pois não consigo esquecer Eu afogo estas lembranças Numa coca com fernet “ Quando cheguei na festança Só tocava cumbianera Milongas e chamames Que é bem tipo da fronteira Num portunhol fiz meu nome Com a mais lindaça que tinha Crina atada e um colarzão Feito aporreada madrinha “Teu beijo doce é amargo Pois não consigo esquecer Eu afogo estas lembranças Numa coca com fernet “ É uma a Deusa sereia Mergulhada num fernet Aroma e sabor das matas Me embriaguei sem perceber Espuma dourada nos lábios Beijos de amor que se esvai Me senti o mar dos mares Bebendo o rio Uruguai “Teu beijo doce é amargo Pois não consigo esquecer Eu afogo estas lembranças Numa coca com fernet “ FICHA TÉCNICA Letra: Capitão Faustino Música: Marcelo Do Tchê Violões e contra baixo: Marlon Borba Percussão: Tasso Canaparro Acordeon: Bruno Aires Trompete: Sandro Motta Percussão de imagem: Wagner Klein Arranjos: Marlon Borba, Bruno Aires e Sandro Motta Áudio / voz: Estúdio Subdivision Drum Hall Masterização: Estúdio Querência Imagens & Edição MEGAFILMES PRO Direção Geral: CAPITÃO FAUSTINO
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!